Brasil de Ouro

Atleta canadense consegue provar que foi pego no doping com cocaína por beijar mulher

Shawn Barber teve relações sexuais com uma mulher que conheceu através de um site de relacionamentos. Ela usou cocaína horas antes de encontrá-lo

Brasil de Ouro POR Conteúdos Especiais
Foto: Cameron Spencer/Getty Images
Foto: Cameron Spencer/Getty Images

Um atleta do salto com vara do Canadá, Shawn Barber, foi vítima de um caso no mínimo curioso. Antes dos Jogos Rio 2016, ele foi pegou no exame antidoping pelo uso de cocaína, mas chegou a ser absolvido antes da Olimpíada pelo órgão canadense responsável pelos exames antidoping, por provar que foi um uso acidental. O caso foi divulgado apenas nesta semana, pela Sport Dispute Resolution Centre, quando Shawn conseguiu provar que o uso de cocaína foi feito de forma indireta.

Basquete, vôlei, futsal, natação ou atletismo? Qual o seu esporte favorito? Clique, nos conte e ganhe um benefício exclusivo.

Durante o campeonato de atletismo do Canadá, em 2015, o atleta marcou um encontro com uma mulher, chamada “Pamela W”, através de um site de relacionamentos. Minutos antes de se encontrarem, no entanto, ela usou o banheiro do quarto para usar cocaína antes que o atleta entrasse no quarto. Os dois tiveram relações sexuais, e por esse fato, a cocaína estava presente no corpo do competidor.

“O conselho concluiu que era impossível que o atleta soubesse que, ao beijar Pamela, ela transferiria cocaína para ele. O atleta não sabia do histórico de cocaína de Pamela. E por não ter visto qualquer uso da substância durante a noite toda, e que ela estivesse sob efeito da droga, como poderia imaginar que ela teria consumido?” , disse o juiz do caso  Ross C. Dumoulin, em nota oficial.

Segundo a entidade que controla os exames antidoping no país, Barber não presenciou e muito menos sabia que ela fazia uso de drogas. Em um site de relacionamentos, ele havia deixado claro que não gostaria de se envolver com nenhuma mulher que fizesse uso de substâncias ilícitas. Shwan conseguiu, desta forma, se livrar do banimento de doping. Nos Jogos Rio 2016, ele ficou na décima posição, o brasileiro Thiago Braz conquistou a medalha de ouro.

VEJA MAIS! Maior campeão da Superliga, Rio conta com reforço de equipe masculina na temporada!


Notícias

Brasil de Ouro

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP
 ;