Brasil de Ouro

Jogadoras da WNBA entram na onda de protestos contra violência policial contra negros nos EUA

As atletas do do Indiana Fever repetiram o gesto de Colin Kaepernick, ajoelhando durante o início nacional. Protesto foi depois da morte de Keith Scott por policiais

Brasil de Ouro POR Conteúdos Especiais
(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

Um protesto de atletas americanos está se tornando comum durante o hino dos Estados Unidos, que é tocado no início das partidas. Eles se ajoelham para protestar contra a violência policial contra os negros. A última manifestação aconteceu na noite desta quarta-feira, em um jogo da WNBA, a liga feminina de basquete. O time inteiro do Indiana Fever se ajoelhou de braços dados durante o hino antes do confronto pelos playoffs com o Phoenix Mercury.  Duas jogadoras do Mercury se juntaram ao protesto e também ajoelharam: Mistie Bass e Kelsey Bone.

O EI QUER TE CONHECER MELHOR! Clique aqui, entre para o nosso time e ainda GANHE uma vantagem no final

Em quadra, nesta quarta-feira, o Mercury venceu por 89 a 78 e vai enfrentar o Liberty na próxima fase da competição. O jogo, no entanto, acabou em segundo plano. O protesto das jogadoras aconteceu depois da morte do negro Keith Lamont Scott por policiais, na última terça-feira, em Charlotte, nos Estados Unidos.

Em julho deste ano, jogadoras de Fever, Mercury e New York Liberty chegaram a receber multas da WNBA por usarem blusas pretas durante o aquecimento. A intenção era chamar a atenção para os tiros de policiais contra negros em Louisiana e Minnesota. A multa depois foi retirada pela liga.

Antes do protesto das jogadoras da WNBA, vários jogadores do futebol americano já tinham protagonizado o mesmo gesto. O primeiro foi o quarterback Colin Kaepernick, do San Francisco 49ers. No futebol, a americana Megan Rapinoe, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012, também repetiu o gesto em um jogo da liga nacional.

Protestos semelhantes também estão acontecendo em jogos até do Ensino Médio pelo país, seja com jogadores ajoelhados ou com o braço levantado e o punho fechado. Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama declarou apoio aos protestos. Candidato ao cargo na eleição desse ano, Donald Trump criticou a manifestação, iniciada por Kaepernick.

VEJA MAIS! Federação Internacional de Tênis quer mudar formato da Copa Davis e Fed Cup! 


Notícias

Brasil de Ouro

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP