Futebol Brasileiro

De volta à Série B, Juventude tem marca própria de material esportivo e pode servir de exemplo

Diretor de Marketing do clube explicou todos os detalhes do negócio e afirmou que a equipe Jaconera lucrar até 300 mil reais em 2017 com venda de uniformes

Futebol Brasileiro POR Futebol Brasileiro
Tradicional camisa listrada do Juventude é sucesso de vendas (Foto: Facebook/Juventude)
Tradicional camisa listrada do Juventude é sucesso de vendas (Foto: Facebook/Juventude)

Por Jhonathan Jeferson

Vice-campeão Gaúcho, nas quartas de final da Copa do Brasil e de volta à Série B do Campeonato Brasileiro. Esse é o resumo da temporada 2016 do Juventude. O sucesso dentro de campo pode ser reflexo do que é feito fora dele. O clube de Caxias do Sul é uma das poucas equipes com fornecedor de material esportivo próprio.

Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro e Vasco! Esse é o G4 do Censo do Esporte Interativo. Clique e ajude seu time a subir na tabela

Diretor de Marketing do Juventude, Walter Dal Zotto Júnior conversou com a equipe do Esporte Interativo e explicou todas as situações para ter a marca própria, mostrando o motivo que levou o clube a tirar a ideia do papel, passando pela escolha do nome e logotipo da marca.

“Nós estávamos com algumas dificuldades com o último fornecedor de material esportivo, principalmente em termos de prazos, por isso decidimos colocar em prática uma ideia do início do ano que estava guardada: ter uma marca própria de material esportivo. Planejamos todos os pontos fundamentais visando o sucesso da marca: design, fabricação, qualidade e distribuição”.

“Detectamos que o grande desafio neste projeto, seria a identificação do torcedor com a marca, pois certamente ela seria comparada a outros grandes fabricantes de material esportivo. Para isso, trabalhamos em parceria com uma agência especializada em construção de marca, a Tonificante, que também desenvolveu o desenho das camisetas. A partir de uma listagem de nomes, a agência observou que o ano de fundação do clube, seria um dos símbolos com maior identificação com os torcedores. Depois de muitos estudos, chegamos ao nome 19Treze. O símbolo foi representado pela união das letras D e T (Dezenove Treze), formando a cabeça de um periquito, mascote do clube a 100 anos. Outro ponto fundamental foi a construção de um propósito onde a marca pudesse promover ações sociais junto à comunidade local. A primeira foi a criação da camiseta denominada “Verde por Natureza”, usada contra o São Paulo pela Copa do Brasil no jogo da volta. Seu desenho apresenta a silhueta de araucárias, árvores típicas da região e ameaçadas de extinção. A cada camisa vendida, uma árvore será plantada na cidade pela Secretaria do Meio Ambiente de Caxias do Sul, que abraçou a ideia e foi parceira no lançamento da camiseta, exatamente no dia da árvore. ‘Trabalhamos de forma que os torcedores percebam a marca como um companheiro de arquibancada e que fale a mesma linguagem do torcedor, sem esquecer do lado social que sempre fez parte da história do clube’. Esta citação foi do Ricardo Brisotto, criador da marca 19Treze e diretor da Tonificante no lançamento da marca”.

Dal Zotto ainda comentou sobre algumas das vantagens de fabricar o próprio material, como ter mais agilidade para produzir materiais comemorativos.

“São inúmeras. A partir do momento que você tem uma marca própria, o clube tem maior autonomia no desenvolvimento dos uniformes, desde a fuga de padrões visuais determinados pelos fornecedores, até a possibilidade de criação de camisetas comemorativas com maior agilidade, como foi o caso da Verde por Natureza. Além disso, podemos fabricar itens que muitas vezes os fabricantes não conseguiam nos entregar, como peças em manga longa e peças de inverno, muito solicitadas pelos nossos torcedores, em função do clima no sul do país”.

Além das vantagens de agilidade para ter os produtos, o Juventude tem um lucro maior com a venda de camisas e espera aumentar essa quantia para a próxima temporada.

“O lucro com certeza é maior, porém aumenta muito a responsabilidade do clube em atribuições como entrega e controle de produção. Por isso, fomos em busca de um parceiro local, denominado Mar Um Esportes, que pudesse produzir com a qualidade e prazos que precisávamos, e também, nos auxiliar com a distribuição dos produtos. Envolvemos este parceiro, a loja do Esporte Clube Juventude que fica dentro do estádio e demais responsáveis pelo projeto, para definição do preço final de todos os itens que seriam produzidos, sendo que o clube ficaria com um retorno de 10% de toda venda, repassado pela Mar Um Esportes. Anteriormente, o Juventude recebia apenas o enxoval e nenhum valor em dinheiro. Para o próximo ano, esperamos um retorno superior a R$ 300.000,00”.

Dal Zotto comentou como é feita a confecção do material do clube, passando pelas parcerias feitas em Caxias do Sul.

“Como já citei antes, o clube conta com este fornecedor especializado em confecção de material esportivo, a Mar Um Sports, que fica na própria cidade de Caxias do Sul. Os desenhos são criados pelo publicitário Ricardo Brisotto, que em seguida são apresentados a uma comissão formada por membros do departamento de Marketing e a proprietária da loja do clube, Márcia Dotti. Após a aprovação da arte, são realizados alguns testes até a confecção final, para colocação no mercado”.

A cobertura completa sobre o Campeonato Brasileiro você confere nos canais Esporte Interativo.

GOOOOOL!!! Genesis arrisca de fora da área e marca o gol do acesso do Boa Esporte



Notícias

Futebol Brasileiro

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP
;