Futebol Brasileiro

Marco Aurélio Cunha pede cuidado para não ‘transformar homenagem em publicidade’

O diretor executivo de futebol do São Paulo disse ainda que vai seguir ajudando a família de Caramelo, jogador do clube que faleceu no acidente

Futebol Brasileiro POR Futebol Brasileiro
Marco Aurélio Cunha disse que o São Paulo vai ajudar a família de Caramelo. (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
Marco Aurélio Cunha disse que o São Paulo vai ajudar a família de Caramelo. (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Diversos clubes por todo o mundo já anunciaram homenagens à Chapecoense após o acidente aéreo que deixou 71 mortos e seis feridos na Colômbia. O São Paulo, no entanto, ainda vai aguardar para revelar que ação deve realizar na última rodada do Campeonato Brasileiro, que foi adiada para o dia 11 de dezembro.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30), o diretor executivo de futebol Marco Aurélio Cunha, afirmou que o clube terá cuidado para fazer uma homenagem sóbria às vítimas da tragédia.

“Toda homenagem emocional é intempestiva e não se raciocina bem. Nossos atletas pensam em fazer algo que será dito no futuro, e obviamente vamos compor e estaremos juntos, nessa última rodada, homenageando a Chapecoense da forma que for mais sóbria, sem transformar homenagem em publicidade. É uma grande diferença”.

Um dos atletas que faleceu no desastre aéreo estava emprestado pelo Tricolor à Chapecoense, o lateral direito Matheus Caramelo. De acordo com o dirigente, apesar de não existir um apoio legal, o São Paulo pretende cumprir o que estava prevista no contrato do atleta para não desamparar sua família.

“Acionei o departamento jurídico. Quando o atleta falece, o contrato é automaticamente rescindido, você não pode pagar alguém que não existe mais. É uma questão duríssima, mas real. Vamos ver uma forma de manter isso, os clubes querem ajudar, cada um poderia pegar uma família dessa e suprir esses contratos. Isso é melhor do que homenagens midiáticas. Vamos tentar manter o alinhamento do seu contrato de alguma maneira legal, sem deixar de dar o suporte, para que o clube possa dispor de valores, embora não seja correto perante a lei. Vamos tentar manter a família do menino assistida”.


Notícias

Futebol Brasileiro

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP