Futebol Brasileiro

Seis motivos que explicam a queda de rendimento de Lucas Lima pelo Santos

Transferência frustrada para a Europa, convocação para a Seleção e mau momento na criação de jogadas podem mostrar por que o meia está em má fase

Futebol Brasileiro POR Futebol Brasileiro
Lucas Lima ganhou a camisa 10 do Santos com a saída de Gabigol. (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC)
Lucas Lima ganhou a camisa 10 do Santos com a saída de Gabigol. (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC)

Por Rafael Perez

Mesmo presente na primeira convocação de Tite para a seleção brasileira, o meia Lucas Lima não vem conseguindo repetir as atuações da última temporada, e deixou de ser uma dos protagonistas da equipe do Santos. O Esporte Interativo separou seis motivos que podem explicar o motivo da má fase do camisa 10 do Peixe.

Flamengo, Palmeiras, Santos e Cruzeiro! Esse é o G4 do censo do Esporte Interativo. Clique e ajude seu time a subir na tabela

Cabeça na Europa

Desde de que começou a se destacar pelo Santos, no final de 2014, Lucas Lima passou a atrair o interesse de clubes europeus, e sempre deixou claro que gostaria de jogar no Velho Continente. Apesar das especulações envolvendo nomes como Barcelona-ESP e Paris Saint-Germain-FRA, o único clube que apresentou proposta oficial nesta janela de transferência foi o modesto Crystal Palace-ING. O próprio atleta admitiu que a expectativa pela transferência o atrapalhou, e agora já diz que pode esperar o fim do seu contrato para sair.

‘Efeito Seleção’

Convocado pela primeira vez pela seleção brasileira em 2015, quando Dunga ainda era o técnico, Lucas Lima passou por uma situação semelhante a outros atletas que foram chamados para estrear defendendo o país: caiu de produção por seu clube. Neste ano, quando se estabeleceu como presença constante nas listas da canarinho, já não conseguiu ser o mesmo jogador da última temporada. Esteve presente na primeira convocação de Tite, mas seu nome foi criticado e nem chegou a entrar nos jogos contra Equador e Colômbia.

Queda na criação de jogadas

Em 2015, principalmente após a chegada de Dorival Júnior, Lucas Lima passou a ser o termômetro do Santos, como peça essencial para criar chances de gol para o time. Nesta temporada, porém, o número de oportunidades criadas pelo meia caiu bastante. No Brasileiro do ano passado, foram cinco assistências em 31 partidas, com um total de 85 passes para finalização, líder isolado da equipe. Em 2016, o desempenho caiu: em 14 jogos até o momento, o camisa 10 deu apenas uma assistência e criou 25 chances claras.

Falta de protagonismo

Era comum ouvir, em 2015, que a equipe do Santos era uma com Lucas Lima e outra sem. Na temporada atual, a situação não é mais essa. Outros atletas dividem com o meia a posição de principal referência da equipe, como Renato, Vitor Bueno e Ricardo Oliveira. O que representa um avanço no conjunto treinado por Dorival Júnior, também mostra que o camisa 10 não tem mais o mesmo poder de decisão de seu auge na Vila Belmiro.

Mudanças na equipe

Considerado por muitos a equipe que melhor jogava no segundo semestre de 2015, o Santos acabou precisando mudar algumas peças para a atual temporada. Marquinhos Gabriel e Geuvânio, que deixaram o clube, além de Gabriel (seleção principal e olímpica, e agora vendido) e Ricardo Oliveira (lesões), deixaram de ser companheiros constantes na escalação do Peixe. A falta de entrosamento com os substitutos, como Vitor Bueno, Copete e Rodrigão, também foi um dos pontos que contribuiu para a queda do futebol de Lucas Lima.

Ausências por lesão e Seleção

A dificuldade em retomar o bom futebol com a camisa do Santos foi prejudicada também pelas constantes ausências do jogador no elenco santista. Seja por convocações à seleção brasileira, primeiro com Dunga e agora com Tite, ou por lesões musculares, Lucas Lima não conseguiu ter a mesma sequência do que em 2016. Para fugir da má fase, o atleta precisa de mais tempo treinando com Dorival Júnior e seus companheiros. O técnico, inclusive, disse que a tendência é que o jogador cresça de produção até o final da temporada.

Lucas Lima jogou a Copa América Centenário pela seleção brasileira. (Foto: Getty Images)
Lucas Lima jogou a Copa América Centenário pela seleção brasileira. (Foto: Getty Images)

A cobertura completa de tudo sobre o futebol brasileiro você acompanha nos canais Esporte Interativo.

Neymar Jr. posta vídeo cantando


Notícias

Futebol Brasileiro

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP