Futebol Nordeste

Dois meses após afirmar que Sport brigava pelo G-4, Martorelli admite luta contra o rebaixamento

Presidente rubro-negro adotou um posicionamento mais cauteloso

Futebol Nordeste POR Futebol Brasileiro
Presidente do Sport, João Humberto Martorelli (Foto: Divulgação / Sport)
João Humberto Martorelli admitiu que o Sport briga para não cair (Foto: Divulgação / Sport)

Há dois meses, o discurso do presidente do Sport, João Humberto Martorelli, era de que o Rubro-Negro tinha como objetivo terminar o Brasileirão no G-4. No entanto, o posicionamento atual é bem diferente. O mandatário afirmou, na última quarta (21), que a meta do Leão é se afastar da zona de rebaixamento.

Sport e Ceará são os times nordestinos melhores classificados em nossa pesquisa. Clique e ajude o seu clube a subir na tabela!

“Nós falamos da meta de G-4 há dois meses. Era matematicamente possível e o Sport reagiu bastante bem, mas hoje faltando 12 partidas para o término do campeonato me parece mais realista a gente pensar em primeiro lugar se afastar da zona de rebaixamento e se possível tentar alguma posição na primeira parte da tabela. É preciso separar as coisas. Meta é uma coisa, mas a realidade objetiva hoje é completamente diferente.”

Martorelli afirmou que alguns obstáculos dificultaram a vida do Sport, como a diifculdade do campeonato, o número excessivo de jogos e o elenco numericamente limitado.

“Existem alguns aspectos que precisam ser encarados, como a dificuldade em si do campeonato. Sobretudo com jogos quartas e domingos. O Sport sofreu muito com isso. Isso exige um plantel maior do que conseguimos montar. O Palmeiras (líder do campeonato) tem um elenco de 50 jogadores.”

Além disso, o mandatário destacou a dificuldade de contratar em 2016. Segundo ele, a atual temporada apresentou um mercado mais caro que o ano anterior.

“Este ano o tivemos um mercado extremamente caro, porque os clubes estavam com dinheiro distribuído através das cotas de televisão. Diferente de 2015, quando a gente conseguia trazer jogadores emprestados porque os clubes queriam exonerar a folha. Este ano você teve que pagar mesmo nas situações de empréstimos porque os clubes não estavam querendo liberar.”

A cobertura completa do futebol brasileiro você acompanha nos canais Esporte Interativo.

Veja também: Tite explica convocação de Muralha


Notícias

Futebol Nordeste

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP