Futebol Nordeste

Focado no acesso, Régis afirma que Bahia tem 'oito guerras' pela frente

Meia vem sendo decisivo quando entra no segundo tempo das partidas

Futebol Nordeste POR Futebol Brasileiro
Regis vem entrando muito bem nas partidas do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/E.C.Bahia)
Regis vem entrando muito bem nas partidas do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/E.C.Bahia)

Por Heitor Nader

Uma das principais contratações do Bahia para a Série B deste ano, o meia Régis parece ter encontrado o bom futebol que fez seu nome em Sport e Chapecoense, principalmente. Praticamente o 12º jogador do time que vem em boa fase no ano, o atleta disse em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo que está preparado para ajudar o Tricolor baiano a conseguir o acesso à Série A.

Sport e Ceará são os times nordestinos melhores classificados em nossa pesquisa. Clique e ajude o seu clube a subir na tabela!

Em ascensão no ano, o jogador foi decisivo nas partidas contra Criciúma e Tupi, nas últimas rodadas da Série B. Contra os mineiros, ele entrou na segunda etapa e, mesmo com pouco tempo em campo, anotou o quarto e último gol do Bahia na partida. Contente, ressaltou a importância do triunfo e disse que foi importantíssimo na briga pelo acesso.

“Muito bom, a gente precisava de mais essa vitória. A gente só pensa em coisas grandes no campeonato, principalmente o acesso. Para isso, temos que manter os pés no chão, temos mais oito jogos e precisamos encarar cada um como uma guerra para que no final do campeonato a gente possa comemorar o acesso”.

Agora, o Tricolor ainda tem mais oito guerras, como disse Régis, pela frente. A expectativa do meia é de ainda brigar pela vaga de titular, mas afirma que só de entrar bem nas partidas já está de bom tamanho.

“Eu venho trabalhando sempre. Quando o professor precisar eu vou tentar corresponder, como eu venho correspondendo. E espero que seja assim até o fim do campeonato e está sendo muito importante para mim ajudar meus companheiros. Fico muito feliz com as minhas atuações e com a ajuda dos meus companheiros”.

Ciente de que a fase de Hernane não é das melhores, Régis afirmou que a bola do matador não está entrando, mas que ele ainda tem grande importância para o grupo. O meia destacou que o Brocador tem se entregado muito em ajudar o restante do grupo.

“O Hernane é uma referência para o grupo. Um cara que trabalha, cobra, se dedica e a gente está com ele. A gente sabe da importância dele, do que ele representa dentro de campo. Nos últimos jogos ele não está fazendo os gols, mas dá pra ver que ele se esforça pra marcar, está sempre ajudando o resto da equipe e nos orienta. No momento em que a gente está, o importante é a gente estar conseguindo vencer e sempre pensar no nosso objetivo maior que é o acesso”.

A cobertura completa do futebol brasileiro você encontra nos canais Esporte Interativo

Tite não acredita em Neymardependência: ‘A qualidade individual só aparece quando o conjunto é forte’


Notícias

Futebol Nordeste

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP
;