Lutas

Batalhas memoráveis: as maiores disputas de cinturão da história do UFC

Disputas de cinturão são marcantes por si só, mas ao longo da história, algumas se destacaram em relação as outras; confira uma lista com as melhores

Lutas POR Conteúdos Especiais

Por: Fernando Keller

LAS VEGAS, NV - JULY 11:  (L-R) Robbie Lawler and Rory MacDonald exchange words in their UFC welterweight title fight during the UFC 189 event inside MGM Grand Garden Arena on July 11, 2015 in Las Vegas, Nevada.  (Photo by Christian Petersen/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Christian Petersen/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

O cinturão da maior organização de MMA do mundo em jogo já é um fator que torna qualquer combate marcante. É verdade que algumas acabam ficando abaixo das expectativas, mas a maioria as cumpre com louvor. Entretanto, não estamos aqui para falar das que cumprem, e sim das que superaram todas as expectativas, por mais altas que fossem. Confira na lista abaixo algumas das maiores disputas de cinturão do UFC:

Clique aqui e assista ao MELHOR do MMA nacional e internacional, AO VIVO e EXCLUSIVO

Matt Hughes vs Frank Trigg, UFC 52

LAS VEGAS - APRIL 16:  Matt Hughes (black shorts) battles Frank Trigg (brown shorts) during UFC 52 at the MGM Grand Garden Arena on April 16, 2005 in Las Vegas, Nevada.  (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Os dois meio-médios já haviam se enfrentado no UFC 45, quando Hughes conseguiu finalizar a luta ainda no primeiro round com um mata-leão. A revanche acabou mais ou menos do mesmo jeito, mas com um contorno totalmente diferente.

Cerca de dois anos depois da primeira luta, os dois se encontraram novamente, em um duelo que já vinha recheado de tensão desde o início. Antes mesmo da luta, os dois fizeram uma das encaradas mais memoráveis já vistas dentro do octógono, chegando ao ponto de encostarem os rostos.

No início da luta, Trigg impôs uma pressão, buscando a vitória rápida, chegou a engatilhar um mata-leão, mas não conseguiu a finalização. Foi aí que, em um dos momentos mais históricos do esporte, Hughes levantou Trigg no ombro,  o carregou, literalmente, até o outro lado do octógono e o cravou no tatame. Hughes então montou, aplicou o ground and pound e abriu caminho para um novo mata-leão, finalizando a luta.

Anderson Silva vs Chael Sonnen I, UFC 117

OAKLAND, CA - AUGUST 07:  Chael Sonnen punches Anderson Silva during the UFC Middleweight Championship bout at Oracle Arena on August 7, 2010 in Oakland, California.  (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Analisando a capacidade técnica de ambos, todos imaginavam que Anderson Silva passearia para cima de Chael Sonnen, mas o que aconteceu passou muito longe disso.

Com a costela quebrada, Anderson Silva teve muita dificuldade para lidar com a força do wrestling de Sonnen, que dominou a luta por quatro rounds e meio, mantendo Anderson no chão a maior parte do tempo.

Entretanto, a genialidade prevaleceu. Quando tudo parecia acabado, Anderson encontrou espaço para um triângulo e finalizou a luta nos minutos finais, conseguindo sua sétima defesa de cinturão.

Frankie Edgar vs Gray Maynard III, UFC 136

HOUSTON, TX - OCTOBER 08:  (R-L) Frankie Edgar punches Gray Maynard during the UFC 136 event at Toyota Center on October 8, 2011 in Houston, Texas.  (Photo by Nick Laham/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Nick Laham/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Quando se enfrentaram na luta principal do UFC 136, Frankie Edgar e Gray Maynard já possuiam um histórico entre eles. Os dois haviam se enfrentado em duas oportunidades, com uma vitória de Maynard e um empate. Mas, apesar do histórico negativo, quem defendia o título era Frankie Edgar.

Maynard, maior e mais forte, começou a luta com um ímpeto extremamente agressivo, e acertou um uppercut certeiro no queixo de Edgar, que balançou e, antes que percebesse, tomou uma joelhada na cabeça. Ao fim do primeiro round, Edgar havia sobrevivido a dois knockdowns, mas a luta já parecia ter dono.

No entanto, Edgar se recuperou no intervalo e voltou controlando a luta nos próximos dois rounds com um boxe muito afiado. No quarto round, a sequência definitiva: quatro golpes com a mão direita, seguido por alguns de esquerda, forçando a interrupção da luta e dando a Edgar uma vitória histórica.

Jon Jones vs Alexander Gustafsson, UFC 165

TORONTO, CANADA - SEPTEMBER 21:  (L-R) Alexander 'The Mauler' Gustafsson punches Jon 'Bones' Jones in their UFC light heavyweight championship bout at the Air Canada Center on September 21, 2013 in Toronto, Ontario, Canada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Até hoje ninguém (tirando Matt Hamill, mas desconsideremos), foi capaz de derrotar Jon Jones no UFC, Mas se alguém chegou perto disso, esse cara é Alexander Gustafsson.

Primeiro adversário à altura (literal) de Jones, Gustafsson se mostrou o maior desafio na carreira de Bones, que viu praticamente desaparecer a vantagem de envergadura que possuía em relação a todos seus adversários anteriores.

Os dois protagonizaram uma guerra dentro do octógono e muitos viram até mesmo vitória de Gustafsson ao fim dos cinco rounds, mas o decreto da arbitragem foi decisão unânime para o campeão.

Robbie Lawler vs Rory Macdonald, UFC 189

LAS VEGAS, NV - JULY 11:  (R-L) Rory MacDonald elbows Rory MacDonald in their UFC welterweight title fight during the UFC 189 event inside MGM Grand Garden Arena on July 11, 2015 in Las Vegas, Nevada.  (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Na minha opinião, a melhor disputa de cinturão de todos os tempos. No casamento da luta, já era esperado uma verdadeira guerra, devido às características dos dois atletas, verdadeiros brawlers.

O que se viu, no entanto, excedeu todas as expectativas. Os dois fizeram a luta do ano de 2015, com mais de 4 rounds de absoluta porrada.

Perdendo a luta, de acordo com as papeletas dos árbitros, ao início do quinto round, Lawler tirou fôlego de onde parecia não restar mais nada, e com uma sequência de socos, quebrou o nariz do canadense, que não foi capaz de continuar e sucumbiu ao campeão.

Veja também: NOCAUTE DO ANO? Teve isso em evento de MMA nacional!


Notícias

Lutas

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP
;