Lutas

O leão que é um verdadeiro Fenômeno: as lutas mais marcantes de Vitor Belfort

Ficar praticamente todos os 20 anos da carreira no topo não é para qualquer um

Lutas POR Conteúdos Especiais

Scott Ferrozzo – UFC 12 – Final do torneio peso-pesado

Vitor Belfort provou que pertencia a realeza das lutas desde a primeira amostra do talento que tem. Com 19 anos, topou lutar no GP dos pesados do UFC, enfrentando lutadores mais velhos e mais pesados. Sem medo, com um boxe que já dava sinais do estrago que faria no futuro, o jovem Belfort atropelou dois adversários e se tornou o atleta mais jovem a ser condecorado com um título de GP na história da organização.

Foto: Marcelo Alonso
Foto: Marcelo Alonso

Wanderlei Silva – UFC 17.5 – Nocaute em 44 segundos

A rivalidade brasileira mais mal resolvida da história do MMA começou em 1998, na primeira visita do UFC ao Brasil. Em São Paulo, no bom ginásio da Portuguesa, para ser mais preciso, Vitor Belfort até demorou para sair do vestiário e entrar para lutar com o cachorro louco, mas uma vez no octógono, o papo foi rápido.

São 44 segundos que já duram 18 anos e que aparentemente nunca vão receber um segundo capítulo.

Foto: Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Foto: Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Randy Couture – UFC 46 – Título meio-pesado

Em uma das fases mais conturbadas que passou na vida, Vitor foi coroado campeão meio-pesado do UFC. É claro, o corte prematuro no rosto de Randy e a interrupção médica não deram o gosto que deveria o cinturão. Porém, foi um título importante para o legado do Fenômeno, justamente após a irmã, Priscila Belfort, desaparecer. A representatividade daquela noite na carreira de Vitor é enorme.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Rich Franklin – UFC 103 – Retorno ao UFC

Mais maduro, completo, em melhor fase, Vitor voltou para o UFC de uma vez por todas. O nocaute sensacional para cima do ex-campeão do médios estendeu o tapete até a luta do século contra o não tão conhecido Anderson Silva.

Foto: Jon Kopaloff/Getty Images
Foto: Jon Kopaloff/Getty Images

Anderson Silva – UFC 126 – Disputa do cinturão peso-médio

A luta mais polêmica envolvendo brasileiros dentro do UFC. Muito trash talk, a encarada mais sinistra da história do UFC e um dos nocautes mais marcantes também. Tudo isso em só uma luta. Definitivamente foi um ponto de virada para Anderson, assim como Vitor.

Até hoje, duvido você não conhecer alguém que não tenha parado para assistir o UFC 126 para ver o Vitor lutar contra um curitibano abusado. É bem verdade que essa luta foi trampolim para Anderson virar popular no Brasil, mas também deu uma certa importância e notoriedade para Belfort.

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

2013 e temporada no Brasil – Vitórias sobre Dan Henderson, Luke Rockhold e Michael Bisping.

A melhor fase da carreira do Vitor, na minha opinião. O ano de 2013 (Sim, com TRT e sem mimimi) foi incrível! O que Belfort era capaz de fazer era genial e todo mundo gostou de ver os nocautes que ele protagonizou. Em 2013, aos 36 anos, Vitor Belfort era o melhor peso-médio do planeta.

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Por Tarso Doria

Veja também: NOCAUTE DO ANO? Teve isso em evento de MMA nacional!


Notícias

Lutas

Programação da TV

Fundamos o Esporte Interativo em 2007 para ser uma empresa dedicada a produzir e distribuir conteúdo esportivo em múltiplas plataformas e para estar perto do apaixonado por esportes, onde ele estiver. Por isso, falamos com a linguagem do torcedor, com paixão e emoção. Foi assim que escolhemos e nos orgulhamos dessa decisão, em todas as mídias que estamos presentes.

© 2014 ESPORTE INTERATIVO. Todos os Direitos Reservados.

Powered by WordPress.com VIP
;